SEGUIDORES

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Cai Neve

 imagem da net
Cai neve!
não digas que é mau tempo
porque
beijos de água em flocos
que pousam
tão mansamente
numa leveza dormente
traz a paz ao pensamento!
E o branco em arrepio
que enfeita a Natureza
com este ar seco e frio
e lhe empresta esta beleza,
também
é  cor de pureza.
Ah!
Não digas
que é mau tempo!
Deixa florir a neve
assim,
derretendo-se
em meu peito,
criando sulcos
em mim!
E,
deixa que as árvores pinguem
com o branco
que elas têm!
São as cores
com que se tingem!
Que se enfeitem
elas também!

  Manuela Barroso, in  "Eu Poético III"




17 comentários:

Ana Freire disse...

Maravilhoso poema... inspirando tanta serenidade e paz...
Um belíssimo momento de poesia... onde apetece repousar os olhos e a alma... para apreciar... e reapreciar...
Lindíssimo trabalho, Manuela!
Beijinho! Bom Ano!
Ana

Emília Pinto disse...

O tempo nunca é mau...não admite interferências na sua tarefa, mas está sempre ao nosso dispor e nada nos nega. Ele segue calmamente a seu ritmo, levando e trazendo instantes, instantes tristes e dolorosos chegam a qualquer momento, mas a qualquer momento também os leva e de volta, noutro instante traz-nos ele alegrias grandes, saudades e gargalhadas de felicidade, pintando de branco, de verde, de azul celeste o nosso dia. Agora " cai neve" , já caiu a abençoada chuva e de certeza que brilhará também o sol e é esta diversidade de instantes que enfeita a natureza dando vida aos rios, dando o verde às árvores, dando flores às plantas do nosso jardim, dando vida à nossa vida. Bendigamos cada floco de neve, cada pingo de chuva, cada raio de sol e saibamos agradecer ao tempo o tempo que nos tem dado para apreciar o belo desta natureza que nos foi dada de presente, sem que o pedissemos; saibamos tratar dela com carinho e reconhecimento. Digo muitas vezes que está " mau tempo ", mas muito mau seria ele se eu já não estivesse neste meu tempo, neste aqui e neste agora que o tempo me está a oferecer . Não posso alterar o tempo e nem ele o permitiria, mas posso, sim, desejar que o teu tempo seja sereno, sem " inquietudes " maiores e que depois da neve e da chuva venham os raios de sol para fazerem florir o teu jardim. Tudo a seu tempo, como requer o tempo, querida Manuela. Como sempre, um belo momento de poesia. Obrigada, amiga! Um grande abraço.
Emília

Majo Dutra disse...

Belíssimo!
Mesmo para mim que só de ver a imagem, fico arrepiada.
Beijinho, Manuela.
~~~

© Piedade Araújo Sol disse...

Manela

não sei explicar mas senti-me bem ao ler este poema.
a serenidade que dele emana é um balsamo de tranquilidade
bem haja!
beijinho
:)

Sofia disse...

Quanta doçura no seu belo poema.
Lindo!

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhoso poema. Um poema desses, uma cabana como a da foto e uma lareira com uma excelente companhia, um cenário perfeito!
Um excelente 2017

Teresa Almeida disse...

Deixa cair a melodia, assim de mansinho, para que melhor se possa sentir.
Beijinho.

Manuel Veiga disse...

Ah... que pio!

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

A neve branca e macia,
Desce do céu sem ter cor.
Cada floco acaricia
O rosto, com alegria,
Tornando o frio em calor.

Gostei muito.
Beijo
SOL

Mar Arável disse...

Branco no branco

Bj

Mar Arável disse...

Branco no branco
Bj

Olinda Melo disse...

Cara Manuela. É na verdade uma imagem belíssima essa que nos pinta neste poema que nos leva para além da espiritualidade. Mas também nos faz sentir parte integrante do ambiente, dessa pureza que nos envolve. Desejo-lhe um Ano pleno de realizações felizes. Beijinhos Olinda

Maria Rodrigues disse...

Um poema sublime!!!
Beijinhos
Maria

Jaime Portela disse...

E a neve purifica...
Excelente poema, gostei imenso.
Bom resto de domingo e boa semana, querida amiga Manuela.
Beijo.

Anabela Jardim disse...

Do frio não gosto, mas a neve ... linda de se ver!!!

Odete Ferreira disse...

"Beijo de água em flocos", escreves. Senti-o em mim ao ler este belo cântico.
BJ, amiga. 😊

Aleatoriamente disse...

Neve!
Um dia ei de tocá-la!
Anjo azul
poesia e poema
Pincelas amor com palavras.

EAT✿✿