SEGUIDORES

sexta-feira, 24 de junho de 2011

MAGIA DA NOITE!

Amo-te,
silêncio da noite!
quietude da noite!
solidão da noite!
Escuro peregrino
escorrendo nas pedras lavadas
em lágrimas azuis!
Amo-te,
lua
minha escrava
confidente
rainha...
Amo-te
pios nocturnos
mochos e corujas
em campanários de estrelas
E amo-te
sussurro vazio
que corres no fio da lua...
Que pare o dia
Que a noite é a rainha.!..
...E a noite vai caindo lentamente
acompanhando a quietude do pensamento
onde só a janelas dos olhos penetra...
lendo os compassos
e vicissitudes da vida
com mais paixão, mais lucidez...
...E tento penetrar nesta amálgama...
... A imaginação mergulha
e deixo-me viajar
aproveitando os ventos da solidão...
...E no canto de mim
guardo as memórias...
...E no canto de mim
florescem momentos de felicidade
que partilho em segredo
com os sabores da madrugada....
Deixo-me levar pela saudade
adormecendo nos seus braços.
Acordo na nuvem do tempo
que se desfaz
... com o pó do dia...
Vem...
oh, noite companheira
alimenta
esta magia!...

                                 Manuela Barroso  -   In "Eu poético III"




13 comentários:

mfc disse...

Sim, a noite é sempre uma companheira certa!
Por vezes... companheira até da solidão dos dias!

Leninha disse...

Manuela muito querida,magia,sedução,encantamento ,
emanam dos teus versos e da fascinação da tua lua,da tua noite e do teu sonho...e os sabores da madrugada e os teus saberes se confundem...
Partilhar da beleza de teus poemas é partilhar a beleza da vida.
Beijos,Leninha

Helena Chiarello disse...

Ah! Noite amiga e companheira, ouvinte e acolhedora! Deliciosa noite de silêncios e quietudes, despertados apenas pelos pensamentos, memórias e sensações... Ah! Poesia!...

Já disse que gosto bem desse teu jeito gostoso de dizer as coisas... Desse jeito gostoso de ver, ouvir e sentir tudo o que a cerca e transformar em poesia!...

Sempre reflexivos e belos teus poemas, Manu!

E eu aqui, passando pra "cuidar" desse jardim enquanto você não volta.. rss

Um beijo grandão e meu carinho sempre, pessoa querida!

Saudade!

Silvia Ordonhes disse...

Manuela querida obrigada pelo carinho
Cantinho Forno e Fogão
Parabéns lindo seu espaço!
Quanta sensibilidade,
amo poesias a natureza
e tudo que nela existe...risos,
expressão de carinho!!!
A poesia não é mais do que a memória,
de nossa pureza original
bjs e linda noite

Rui Pires disse...

Maravilhosas palavras!

É um prazer passar os olhos por tão belo poema!

Os meus parabéns!

Rui

SOL da Esteva disse...

Manuela

Poema sublime numa noite de veludo, onde centraste todo o teu sentir.

SOL da Esteva
http://acordarsonhando.blogspot.com/

Sonhadora disse...

Minha querida Manuela

Hoje passando apenas para deixar um beijinho carinhoso e agradecer as palavras de apoio...o abraço apertado que senti...é nestas alturas que damos ainda mais valor à palavra amizade.

Beijinho
Rosa

Menina no Sotão disse...

Uau. O que eu posso dizer-te? Estou aqui boquiaberta com toda essa magia poética. Permita-me levar esse poema comigo. Sei lá, ele foi se tornando uma espécie de segunda pele. A lua é uma grande paixão dos meus olhos e dos meus sentidos. Se permitires, publico no blog na próxima segunda com um pouco de ti. Será que me permites tal honraria?

bacio

Leninha disse...

Manuela querida,como é bom te ver de volta!E volto a ler o teu poema que me trás a magia da noite e do luar e deixo florescer em mim a felicidade e a perfeita harmonia com o Criador de todas as coisas...e me transporto para o teu sonho,me deixando guiar por tuas palavras e tuas
mãos.
Bjssssss e muito carinho,
Leninha

Leninha disse...

Manuela querida,Bom dia,boa tarde e boa noite!
Estou hoje,com meu realejo,a sortear pensamentos para os(as)amigos(as).O seu foi sorteado agora,não sei se tem alguma coisa a ver,mas não devo dar opiniões,somente transmitir:
"Apesar de todas as dúvidas mentais,confie.Isto é do coração,vem do amor.Quando você confia e ama com um coração decidido,isso traz transformação.
Bjssssss carinhosos,
Leninha

tecas disse...

Minha querida Manelinha, sem palavras para comentar. «... A imaginação mergulha
e deixo-me viajar
aproveitando os ventos da solidão...
...E no canto de mim
guardo as memórias...
...E no canto de mim
florescem momentos de felicidade
que partilho em segredo
com os sabores da madrugada....
Deixo-me levar pela saudade
adormecendo nos seus braços.»
A lua, feiticeira da noite, a magia das palavras, tudo tão sublime, tão transcendente!
E ainda me diz...
Bjito querida e uma flor.

Celso Mendes disse...

uma linda oração à noite, plena de lirismo e belas imagens. tanto quanto se pode, tanto quanto se guarda, tanto como merece.

permito-me o prazer de seguir teu blog.

abraço!

Beatriz Bragança disse...

Querida Manelinha
A noite tem um sabor especial, embora diferente para cada um de nós.
Para a tua óptica, é toda ela poesia e que bonita!
Fico diferente, quando te leio.Que profundo! Que belo! Como é possível ver tudo isso nas trevas?!
Parabéns.
Um beijinho
Beatriz