SEGUIDORES

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Pátria- 25 de Abril






Sonhei com a minha Pátria
beijada pelas águas salgadas
regada com o doce dos rios
decorada com o mel dos montes

Sonhei com a minha Pátria
derradeira planície, único vale
na fartura de trigo e centeio
ausente da fome que vagueia pelo meio

Sonhei com a minha Pátria
recanto de paz e de calma
foz de irmãos, parte da mesma alma

Hoje, divide-se a Pátria
alma da mesma mãe
uns têm tudo, outros nada têm.


Manuela Barroso


25 de Abril








SEM IGUALDADE
NÃO HÁ DEMOCRACIA



17 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Um poema absolutamente brilhante.
Beijinhos
Maria

Humberto Maranduva disse...

Olá, Manú!

Gosto deste teu grito incontido de revolta, num poema bem conseguido, porque soubeste sublimar a desorganização formal e lógica da falaciosa actividade (dita) democrática em que temos estado mergulhados; esta terrível perda da experiência desse "dia inicial, inteiro e límpido", como escreveu Sophia de Mello Breyner Andresen. É que se têm diluído, na voracidade dos dias, a evidência dos propósitos primeiros e a crença dos valores autênticos, isto é, aquilo que deveria ter continuado a ser o normal e habitual contexto da nossa existência, enquanto povo que preza a vida, a ética e a coesão social, altruísta e solidária.
Beijos
Manel

SOL da Esteva disse...

Um Poema de intervenção, um lamento pela realidade que nos aflige, um atestado de menoridade a quem confunde ( e se afirma) Poder com Governação.
Poder, é a Força; Governação uma Ciência; Pátria é o Povo que faz um País.
Saberão o que isso é?
Perdoa a "acidez" do desencanto.


Beijos


SOL

Eloah disse...

"Sonhei com a minha Pátria
beijada pelas águas salgadas
regada com o doce dos rios
decorada com o mel dos montes".
Que lindo e poético este teu sentimento de amor a pátria!
É tua alma de poeta que se faz capaz de dar ao sentimento palavras tão sugestivas.Amiga,desejo que teu belo sonho se realize.
Bjs no coração Eloah

Olinda Melo disse...


Tem razão, cara Manuela.

'Uns com tudo e outros sem nada'.
A Igualdade tantas vezes propalada anda perdida.

Gostei muito deste seu poema, deste grito, deste alerta.

Bjs

Olinda

Evanir disse...

Plante em seu coração a sementeira do amor,
pois assim ampliarás o seus dias de alegria.
Que o senhor ilumine os seus caminhos levando a tristeza sempre pra longe,
bem longe de você.
Enchendo seu coração com a divina fé,
Continue a ser essa pessoa maravilhosa que você é,
e seu coração estará a onde
estiver a sua alegria de viver.
Um feliz e abençoado final de semana.
Beijos paz e luz da afilhada,Evanir.
Saudades de si madrinha querida.

Emília Pinto disse...

E foi esta Pátria que com tanto carinhos andei a mostrar aos meus amigos brasileiros que desde o dia 16 cá estavam. Com orgulho revi com eles cada cantinho aqui do Norte; encantados ficaram eles, orgulhosa andava eu, mas ao mesmo tempo sentia essa Pátria dividida por todo o lado por onde passávamos; víamos a opulência dos que tudo têm contrastando com os semblantes tristes dos tais " outros que nada têm". E hoje, dia dessa pátria que se quis livre, os meus amigos partiram para o Brasil e uma grande amiga de infância partiu para a sua última viagem, de onde não mais voltará, mas onde estará completamente livre do sofrimento que a consumia. Foi um dia triste, Manuela! Despediu-me de amigos que um dia voltarei a ver e de uma grande amiga que só poderei ver e sentir nas lembranças que ficarão para sempre no meu coração.De ti, despeço-me com um " até amanhã" e desejo-te uma boa noite. Beijinhos
Emília

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga, eu vim agradecer a sua doce presença em meu cantinho!
Obrigada pelo carinho de sua presença e amizade!
Por favor, me perdoe o copia e cola, é que no momento estou muito sem tempo para deixar aquele recadinho especial.
Hoje sou portadora de uma linda noticia.
Eu e meu marido somos avós, Ligia a nossa netinha nasceu ontem ás 6 h.3º da manhã.
Nasceu de 7 para 8 meses, mas com a graça de Deus ela está bem e a minha nora tmaém!
Um maravilhoso fim de semana para você.
Abraço amigo
Maria Alice


Maria Emilia Moreira disse...

Neste belo soneto está resumido o sentir de um povo que sonhou Abril e que se vê ludibriado. Parabéns amiga Manuela! É um encanto ler poesia assim, apesar do tema que nos entristece...
Um grande abraço.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Manuela

Infelizmente um poema muito verdadeiro em cada palavra que é um grito de revolta de todos nós que sonhámos tanto um País com igualdade de direitos e afinal apenas temos deveres.
Adorei como sempre.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Zilani Célia disse...

OI MANUELA!
IMAGENS LINDAS E UM TEXTO PUNGENTE, NO QUAL, PERCEBE-SE,COLOCASTE TUA ALMA.
ADOREI AMIGA.
ABRÇS


http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Nilson Barcelli disse...

Somos coveiros de sonhos...
Excelente poema, como sempre. Gostei muito.
Manuela, querida amiga, tem um bom domingo e uma boa semana.
Beijo.

✿ chica disse...

Um grito, indignação e poesia linda demais! Vale sempre! beijos,tudo de bom,chica

Evanir disse...

Se cada um dos nossos sonhos pudessem criar novos tempos,
novas esperanças e iluminasse cada amanhecer,
a cada novo dia pudessemos
escrever uma nova história,
a vida seria repleta de certezas.
Mas, a vida é cheia de incertezas,
e é isso que nos estimula a sonhar e
a depositar nossas esperanças no amanhã, sabendo que,
o hoje é uma fonte inesgotável de benção
de possibilidades de ser feliz.
Um abençoado final de Domingo.
Uma nova semana repleta de realizações
que seja dias de felicidades suprema.
Beijos e meu eterno carinho da afilhada.
Evanir.

Toninho disse...

Assim como um grito dos excluídos, numa bela homenagem a este marco da historia. A poesia há que ter esta função de gritar pelos que não tem voz.
Um belo trabalho amiga com meus aplausos de pé e que possamos sonhar com este mundo mais humano de iguais condições de vida.
Uma linda semana a voce.
Meu carinhoso abraço.
Beijo de paz e luz amiga.

Evanir disse...

O caminho está a tua espera, pé na estrada, coloque um sonho na alma,
fé no coração e esperança na mochila,
a vida se enche de novidades para os que se aventuram na
viagem que conduz a verdadeira liberdade.
A realização de um sonho depende de Deus e de nós confiarmos
no Pai Celestial ,
e da nossa luta na esperança da Vitória.
Beijos carinhos um abençoado final de semana.
Afilhada ..Evanir.

O tempo das maçãs disse...

Uns tem tudo, enquanto outros não tem nada... Uma triste realidade com a qual, nós brasileiros, já até nos acostumamos a olhar sem ver.Desejo que com vcs seja diferente.

Sempre belo, querida Manu.

Beijinho.