SEGUIDORES

segunda-feira, 23 de março de 2015

Na planície...



 Na planície verde dos sonhos, as águas correm
com a placidez dos dias esquecidos
É a única voz que perfuma o pão desta fome de silêncio

Contorno as margens dos sapais e colho hastes de alegria
no bailado leve das ervas
Prendo-me ao chão, escutando as súplicas das rãs
no murmúrio da linguagem que salta da pele plana
e quieta dos charcos
Sigo o vaguear inquieto das libélulas arrastando consigo
o sono dos nenúfares

Quero vingar-me deste lugar abrigado da noite 
que me oculta a dança suave dos reflexos dos olhos da lua,
sacudir este sal que fulmina os sabores das manhãs quentes e quietas
e agonizar com a felicidade do declínio das tarde limpas
com lumes no horizonte.

Regressarei ao meu vale azul
e pernoitarei com  as asas das estrelas.

Manuela Barroso, "Eu Poético"


  

17 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Muito belo Manuela.
Um abraço e uma boa semana

Mar Arável disse...

Uma ternura

Gracita disse...

Bom dia querida Manuela
Amei esse lirismo!
Você se esmera no envolvimento que nos imprime com tuas soberbas criações
E eu também quero pernoitar com as estrelas e sonhar...
Lindoooooo
Uma ótima semana minha doce comadre
Beijos

Gracita disse...

Bom dia querida Manuela
Amei esse lirismo!
Você se esmera no envolvimento que nos imprime com tuas soberbas criações
E eu também quero pernoitar com as estrelas e sonhar...
Lindoooooo
Uma ótima semana minha doce comadre
Beijos

Ana Bailune disse...

Profundo e poético!
Bom dia!

Lídia Borges disse...


Que lindo!...

Beijinho

Magia da Inês disse...

ه° ✿ミ
Linda imagem poética!

Ótimo domingo!
Boa semana!
Beijinhos.
✿╮
╰✿✿ه° ✿

Maria Rodrigues disse...

Na planície verde dos sonhos, divagamos sem medos.
Maravilhoso poema.
Beijinhos
Maria

Emília Pinto disse...

E deste lado do oceano as " águas correm serenamente " numa " planicie "que o outono tenta alterar o seu colorido;ainda não conseguiu porque uma chuvinha tem aparecido e o verde tem-se mantido. É muito desejada esta chuva, pois a estiagem tem sido muita e este lindo pais tropical está sofrendo com falta de água.
Não é a Primavera, Manuela, mas o meu coração tem sentido o perfume das flores e ouvindo o canto dos passarinhos. Alguma tristeza tem sentido, claro, mas aquela "inquietude", aquele receio do que me esperava foi desaparecendo e dando lugar ao sentimento normal de impotência perante as estações proprias da vida; há certas coisas que, por mais que tentemos, não conseguimos mudar;resta-nos a aceitação e a promessa a nós mesmos de que faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para minorar o sofrimento daqueles que já estão no " inverno da vida" Querida amiga, desejo - te uma Páscoa feliz junto dos teus familiares e que a alegria faça parte dos teus momentos. Um beijinho
Emilia

SOL da Esteva disse...

Excelente! Sonhos são percursos que se cruzam entre o Céu e a Terra, o vale e a montanha; a planície é onde estabilizamos os pensamentos.
Lindo.

Te desejo uma Páscoa Feliz.


Beijos


SOL

Bob Bushell disse...

Your poem is out of this world, excellent, I love it Manuela.

. intemporal . disse...

.

.

. lindíssimo este Seu tributo . pleno . na subtil forma da Poesia . quem assim escreve . assim sente .

.

. desejo.Lhe uma Santa Páscoa .

.

. um grande beijinho .

.

.

Magia da Inês disse...

⋰˚هჱܓ
FELIZ PÁSCOA!!!
┏╮/╱
╰ჱ ╮
╱/╰┛

Emília Pinto disse...

Manuela, tenho a impressão que já aqui vim, mas com esta correria aqui no Brasil, fico com
dúvidas. Não queria deixar passar esta quadra sem a visnitar, mesmo estando muito longe. Desejo-lhe uma Páscoa muito feliz e que a alegria da Ressurreição se mantenha para sempre. Um beijinho de grabnde amizade
Emilia

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia e Boa Páscoa

Ler a sua poesia é ganhar uma alma nova e adentrar por campos e lagos onde pernoitam os sonhos e os nenúfares.

Nina Filipe disse...

Olá minha querida, e estamos diante de mais uma linda imaginação como tantas as que por aqui vão ficando, amiga desejo um santo e feliz domingo.
E que a semana seguinte seja repleta de mais belos horizontes, beijinhos de luz e muita paz.

EU disse...

Puro lirismo, amiga Manuela. Lindo!
BJO :)